Freio de Ouro 2014; Disputa promete ser acirrada

Depois de 12 classificatórias com disputas acirradas e muitas delas decididas na última corrida após diversas alternâncias de posições, a final do Freio de Ouro 2014, que ocorre no dia 31 de agosto no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS), durante a Expointer, promete ser uma das mais disputadas da história.

Na análise de quem participou e acompanhou cada etapa deste ciclo, não há como cravar um favorito para o título, pois diversos conjuntos se destacaram ao longo das seletivas.

Os animais que garantiram vaga para a decisão mostraram que a seleção preconizada pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) de aliar morfologia e função está cada vez mais difundida entre os criadores da raça.

Para o vice-presidente de Eventos da entidade, Leandro Amaral, o Freio de Ouro deste ano apresentou animais de grande qualidade. “Tivemos classificatórias com conjuntos alcançando uma pontuação muito alta e marcadas pela alternância das posições entre os competidores”, salienta.

Para os jurados, é difícil definir um grande favorito para a final. Segundo Luís Rodolfo Machado, que será um dos responsáveis pelo julgamento dos machos juntamente com César Augusto Rabassa Hax e Jorge Aginelo do Nascimento, é uma final que deve refletir as dificuldades que foram impostas aos competidores ao longo de todas as classificatórias. “Tivemos seletivas disputadas e não tem como apontar um favorito, mesmo com um campeão defendendo o título, não dá para garantir que a vitória seja certa, pois há grande qualidade em pista”, ressalta.

Já para Rodrigo Py, que será jurado das fêmeas juntamente com Eduardo Móglia Suñe e Luiz Martins Bastos Neto, a expectativa para a final reflete a qualificação a cada ano que passa de cavalos e ginetes que se preparam para este momento. “É uma competição de altíssimo nível e que deve ser definida nos detalhes. Temos entre 15 a 20 conjuntos no mínimo com chances iguais, o nível está bem equilibrado”, analisa.

Os ginetes também acreditam que esta será uma das finais mais disputadas da história. Guto Freire, que classificou nove animais para Esteio, sendo seis machos e três fêmeas, salienta que as seletivas mostraram a força e a evolução em qualidade da raça Crioula. Avalia que não existe um favorito e que a decisão do primeiro lugar será pelos detalhes. “Vai vencer quem tiver o melhor preparo, quem tiver o melhor físico e melhor treinamento, mas pelo que vimos todos os competidores estão bem preparados”, observa.

Lindor Collares classificou oito animais para a grande final, com cinco fêmeas e três machos. O ginete destacou que a disputa foi parelha em todas as classificatórias e o mesmo deve ocorrer na grande final. “Este ano temos um nível muito forte, com cavalos excelentes. Geralmente dois ou três animais chegavam à Esteio como os favoritos para o Freio de Ouro, mas agora não há como destacar apenas um grupo”, afirma.

Amaral lembra também que esta é a primeira vez que o regulamento permitirá que os vencedores do ciclo anterior poderão defender o título. E o cavalo Cadejo da Maior, Freio de Ouro entre os machos em 2013, estará de volta às pistas para buscar o bicampeonato. “É a grande novidade para esta final”, reforça.

Ginete de Cadejo da Maior, Daniel Teixeira acredita que o cavalo ainda pode ter um desempenho melhor do que o do ano passado. Uma das vantagens, para ele, é que o animal não precisou passar pelo estresse de viagens e provas durante as classificatórias. “Tivemos tempo de trabalhar ele especialmente para o Freio de Ouro. É um cavalo sadio e que ainda tem espaço para evoluir, e isso pesou na avaliação de defender o título”, diz.

Informações AgroEffective – Assessoria de Imprensa da ABCCC
Foto: Felipe Ulbrich

Conheça os últimos classificados ao Freio de Ouro 2014

A última semifinal do ciclo 2014 foi realizada entre os dias 24 e 27 de julho no parque de exposições da Granja do Torto, em Brasília (DF).

Participaram ao todo 50 conjuntos, sendo 29 machos e 21 fêmeas. Desses, quatro fêmeas e três machos conseguiram alcançar a pontuação mínima de 18 pontos e garantiram a classificação à final, que acontece entre 28 e 31 de agosto na Expointer em Esteio/RS.

A prova na categoria fêmeas encerrou com a égua tostada Ferrari Gravatá, de propriedade de Luciano Mezaroba, que somou 19,423 pontos e ficou em primeiro lugar. Seu ginete, Cezar Augusto Freire, foi premiado ainda com o troféu de Ginete Destaque da categoria.

Entre os machos, o principal destaque foi Campana Pasamano, de Carla Musa, Onécio Prado e Rodrigo Moreira. Ernesto Wairich, que montou Pasamano, foi eleito o Ginete Destaque entre os machos.

As fêmeas da classificatória de Brasília foram julgados por Jean Carlo Santos Mendes, Jorge Rosas Demiate Junior e Rodrigo Albuquerque Py enquanto Álvaro Dumoncel, André Narciso Rosa e Marco Antônio Stumpf foram os responsáveis por avaliar os machos. A supervisão da prova ficou a cargo do técnico da ABCCC, Frederico Vieira Araújo.

O circuito do Freio de Ouro tem o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Banrisul e Vivo, e ainda com o apoio de Supra e Biscoitos Zezé. A promoção é da ABCCC e do Canal Rural.

Confira o resultado

Fêmeas

1º Lugar
Ferrari Gravatá, filha de BT Lamborguine e Aquarela Gravatá; criador Francisco Kessler Fleck e expositor Luciano Mezaroba, Cabanha Mezaroba, Itajaí/SC
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Nota: 19,423

2º Lugar
A Lo Largo Buena Suerte, filha de Agua De Los Campos Y Maquena Criterioso e Trovoada Da Quinta; criador e expositor Péricles P. Druck e Paulo Roberto Souto, Parceria A Lo Largo, Rio Pardo e Viamão/RS
Ginete: Deivy de Lima Flores
Nota: 18,975

3º Lugar
Feiticeira Tarumã, filha de Pampa de São Pedro e Capanegra Tarumã; criador e expositor Luizantero Pimenta Peixoto e Filhos, Estância Tarumã, Júlio de Castilhos/RS
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota: 18,727

4º Lugar
Nazarena da Rio Bonito, filha de Butiá Orelhano e Bailarina do Turussú; criador e expositor Empreendimentos Agropecuária Rio Bonito Ltda., Cabanha Rio Bonito, Ponta Grossa/PR
Ginete: Gustavo Arhanitsch
Nota: 18,641

Machos

1º Lugar
Campana Pasamano, filho de Campana Guasquero e Campana Lechuga; criador Mário Moglia Suñe e expositor Carla Musa/Onécio Prado Jr e Rodrigo Moreira, Estância Tamareira e Cabanha Riacho do Mocambo, Santa Rita do Passa Quatro/SP
Ginete: Ernesto Wairich
Nota: 18,978

2º Lugar
RD Entonado, filho de Capanegra Bayo Leon e JW Chaira; criador Roberto Carlos Ferraz Duarte e expositor Ricardo Barbosa, Cabanha Braf, São José dos Pinhais/PR
Ginete: Lizeu Oscar Boscardim
Nota: 18,776

3º Lugar
Data Venia Despejado, filho de Senhor de Santa Thereza e Firmeza 1390 do Papito; criador Marcelo da Costa Gambogi e expositor Carlos Marcelo Rosa Loureiro, Cabanha San Juanito, Porto Alegre/RS
Ginete: Antonieto Rosa
Nota: 18,509

Informações ABCCC

Fotos: Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

Freio de Ouro 2014; Brasília define últimas vagas

De 25 a 27 de julho, o Parque de Exposições da Granja do Torto, em Brasília (DF), vai receber os conjuntos que vão decidir as oito últimas vagas para a final do ciclo deste ano, que ocorre no final de agosto durante a Expointer, em Esteio (RS).

E a disputa das posições para a grande final promete ser acirrada segundo os jurados. Para Marco Antônio Stumpf, que vai avaliar os machos juntamente com Álvaro Dumoncel e André Luiz Narciso Rosa, as provas em Brasília geralmente são marcadas por serem bem disputadas. “É a terceira vez que vou julgar uma classificatória em Brasília. Acredito que será uma etapa forte por ser a última e aberta”, afirma.

A visão também é compartilhada pelo jurado das fêmeas Jean Mendes, que será responsável pelo julgamento com Jorge Rosas Demiate Junior e Rodrigo Albuquerque Py. Ele também já julgou provas na Capital Federal e salienta a qualidade dos competidores. “O crescimento e o nível das provas na região não deixam a desejar a qualquer outra classificatória do ciclo. Além disso, a pista da prova é muito boa”, avalia.

O vice-presidente de Comunicação e Marketing da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), José Luiz Laitano, acredita que o grande volume de animais que vai participar da última classificatória mostra a importância que os criadores dão para estar na final do Freio de Ouro. No total, serão 51 conjuntos que entrarão em pista, sendo 22 fêmeas e 29 machos. O dirigente da entidade reforça também a participação de criadores do centro do país nesta etapa classificatória. “Esta seletiva em Brasília é uma aposta que a ABCCC fez para a expansão da raça Crioula pelo país”, explica.

Criadores do Sul do país também marcarão presença na etapa. A ABCCC subsidiou o frete para 12 interessados que se inscreveram na classificatória. Brasília também será sede da Morfologia Passaporte para a Expointer, que será julgada por André Luiz Narciso Rosa. O Freio de Ouro conta com o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Banrisul e Vivo, além do apoio de Supra e Biscoitos Zezé. A promoção é da ABCCC e do Canal Rural.

Confira a programação

23 de julho

10h – Concentração de Machos
12h – Término da entrada dos animais – Passaporte
14h – Admisssão Morfologia Passaporte

24 de julho

08h – Início Julgamento Morfológico Passaporte
12h – Término da entrada dos animais – Classificatória
14h – Grandes Campeonatos Julgamento Morfologico Passaporte
16h30min – Exame de Admissão Classificatória
18h – Término do Exame de Admissão Classificatória

25 de julho

08h – Julgamento Morfológico Classificatória – Fêmeas
10h – Julgamento Morfológico Classificatória – Machos
13h30min – Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas – Fêmeas
18h – Reunião Núcleos região 08

26 de julho
08h – Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas – Machos
13h – Prova de Mangueira – Femeas/Machos
15h30min – Prova de Campo – Fêmeas/Machos
21h – Leilão DKP Crioulos do Brasil

27 de julho
09h – Fase Final (Mangueira/Bayard-Sarmento/Prova Campo)
12h – Encerramento e entrega de Prêmios

Foto : Felipe Ulbrich/ABCCC/Divulgação

Informações: AgroEffective

Etapa do Freio de Ouro acontece em Esteio (RS)

Os criadores que ainda querem disputar a grande final do Freio de Ouro terão nova oportunidade de classificar os conjuntos no próximo final de semana em Esteio (RS), quando ocorre a primeira classificatória aberta da competição. O Parque de Exposições Assis Brasil também será o palco de mais uma semifinal do Campeonato Nacional de Morfologia.

A expectativa é de mais uma disputada prova por mais oito vagas ao Freio de Ouro. Para o vice-presidente Técnico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Mário Móglia Suñe, o nível das seletivas do ciclo tem sido uniforme e que a diferença entre os conjuntos está nos detalhes. “Esta classificatória aberta dá a oportunidade destes cavalos que não entraram até o momento de buscar um resultado significativo. Esperamos um grande nível de competitividade”, salienta.

Vinícius Freitas, será responsável pelo julgamento dos machos juntamente com Douglas Gonçalves e Lauro Martins. Já Daniel Mello, será jurado das fêmeas juntamente com Luiz Gustavo Camargo e Telmo Ferreira.

Confira a programação

09 de julho

9h – Inicio Julgamento Morfológico Passaporte
15h – Grandes Campeonatos Julgamento Morfologico Passaporte
16h – Término da entrada dos animais – Classificatória
17h30min – Exame de Admissão – Classificatória
19h – Término do Exame de Admissão – Classificatória

10 de julho

9h – Julgamento Morfológico Classificatória – Fêmeas
14h – Julgamento Morfológico Classificatória – Machos
21h – Remate Santa Luzia do Imbuial & Convidados

11 de julho

8h – Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas – Fêmeas
13h – Andaduras/Figura/VSP-Esbarradas – Machos
21h – Leilão Niazzi

12 de julho

08h – Prova Mangueira – Fêmeas/Machos
14h – Prova de Campo – Fêmeas/Machos
20h – 11º Remate Don Teju, São Manoel e Convidados

13 de julho

09h – Fase Final (Mangueira/Bayard-Sarmento/Prova Campo)
12h – Encerramento e entrega de Prêmios

Informações AgroEffective

Foto: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

Mundial altera programação de evento em Araranguá (SC)

Devido ao jogo do Brasil pelas oitavas de final da Copa do Mundo, a programação das disputas que acontecerão em Araranguá, Santa Catarina, neste final de semana sofreram algumas alterações.

A Classificatória de Paleteada da Região 5 e Repescagem de Paleteada, que aconteceriam às 13h do sábado (28/6) serão realizadas a partir das 15h do mesmo dia e, até às 20h30min.

A continuação da semifinal da modalidade pode ser realizada no domingo (29/6), a partir das 14h, caso não haja tempo de finalização no sábado.

Confira a programação

25 de Junho

15h – Concentração de Machos
17h – Admissão Morfologia Passaporte
19h – Término da Admissão Morfologia Passaporte

26 de Junho

8h – Início Julgamento Morfológico Passaporte
15h – Grandes Campeonatos Julgamento Morfológico Passaporte
16h30min – Término da entrada dos animais Classificatória
17h30min – Exame de Admissão Classificatória
19h – Término Exame de Admissão Classificatória

27 de Junho

8h30min – Julgamento Morfológico Classificatória – Fêmeas
10h – Julgamento Morfológico Classificatória – Machos
13h30min – Andaduras/Figuras/VSP/Esbarradas – Fêmeas/Machos
18h – Reunião Núcleos região 05
21h – Leilão Estância Rio da Pedra e Convidados (Premier Leilões)

28 de Junho

8h – Prova de Mangueira – Fêmeas/Machos
10h30min – Prova de Campo – Fêmeas/Machos
12h – Revisão documentos classificatória de Paleteada
15h às 20h30min- Classificatória de Paleteada – Reg 05 e Repescagem

29 de Junho

9h – Fase Final (Mangueira/Bayard-Sarmento/Prova de Campo)
12h – Encerramento e entrega de Prêmios
21h – Leilão Araranguá Prime (Crioulo Remates)

Informações Assessoria ABCCC

Vem aí remate Niazzi Cavalos Crioulos

A Niazzi Cavalos Crioulos realiza no dia 11 de julho, a partir das 21 horas, leilão no qual serão ofertados 45 animais da raça.

Entre os lotes ofertados estão:

Lote 02 – Venda de Duas cotas de 5% de Niazzi Improviso.
Macho, nascido em 10/12/2010, filho de Oitão de Ranco da Escondida x Tarrafa do Purunã.
4º melhor Potranco Menor Expointer 2013.

Lote 03 – Niazzi Hermano
Macho, nascido em 03/09/2009. Filho de Índio da Escondida x Manoelita 968 da Tradição.

O remate será transmitido ao vivo pelo Canal Rural.

Participe!

http://migre.me/k4nbR

Classificatória ao Freio de Ouro será realizada em Araranguá

A cidade Araranguá (SC) receberá a partir do dia 25 a seletiva da prova da raça Crioula e definirá mais oito classificados para a grande final do Freio de Ouro que será realizada no final de agosto, durante a Expointer em Esteio, no Rio Grande do Sul. Também será palco do passaporte para a final da Morfologia.

O jurado Marcelo Montano Coelho, que será responsável pelo julgamento da classificatória juntamente com Ciro Manoel Canto de Freitas e Luis Rodolfo da Costa Machado, prevê uma classificatória de alto nível tanto pelo interesse dos criadores da região quanto pela qualidade dos animais dos criatórios de Santa Catarina que têm se destacado inclusive em outras seletivas. “Já julguei credenciadoras na região e pelo que vi temos uma ótima estrutura com um ambiente muito bom para o público quanto para os competidores que estão entrando com força neste ciclo”, salienta.

A diretoria da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) vê como positiva a entrada do município no circuito. O vice-presidente de Eventos da entidade, Leandro Amaral, elogiou a estrutura do Caverá Country Park, local que receberá as provas. Lembrou também que os criadores de Santa Catarina estão entrando no circuito do Freio de Ouro com conjuntos extremamente competitivos. “Araranguá será grande pelo número de animais e pela qualidade. Vamos realizar a classificatória em um centro de eventos bastante organizado com muita qualidade de pista e de instalações tanto para receber os animais quanto para o público”, projeta.

O Freio de Ouro 2014 tem o patrocínio de Ipiranga, Massey Ferguson, Banrisul e Vivo e o apoio de Supra e Biscoitos Zezé. A promoção é de ABCCC e Canal Rural.

Confira a programação

25 de Junho

15h – Concentração de Machos
17h – Admissão Morfologia Passaporte
19h – Término da Admissão Morfologia Passaporte

26 de Junho

8h – Início Julgamento Morfológico Passaporte
15h – Grandes Campeonatos Julgamento Morfológico Passaporte
16h30min – Término da entrada dos animais Classificatória
17h30min – Exame de Admissão Classificatória
19h – Término Exame de Admissão Classificatória

27 de Junho

8h30min – Julgamento Morfológico Classificatória – Fêmeas
10h – Julgamento Morfológico Classificatória – Machos
13h30min – Andaduras/Figuras/VSP-
Esbarradas – Fêmeas/Machos
18h – Reunião Núcleos região 05

28 de Junho

8h – Prova de Mangueira – Fêmeas/Machos
10h30min – Prova de Campo – Fêmeas/Machos
13h30min – Revisão documentos classificatória de Paleteada
14h – Classificatória de Paleteada – Reg 05 e Repescagem

29 de Junho

9h – Fase Final (Mangueira/Bayard-Sarmento/Prova de Campo)
12h – Encerramento e entrega de Prêmios

Informações Assessoria de Imprensa de ABCCC

Etapa Freio de Ouro em Vacaria; conheça os vencedores

Para os participantes da nona Classificatória ao Freio de Ouro, o final de semana foi de surpresas e adrenalina. Contando com a participação de 56 animais, a seletiva realizada em Vacaria (RS) foi uma montanha russa de emoções, desde as mudanças de temperatura – que começavam com temperaturas negativas pela manhã e passavam dos 15º C na parte da tarde – até as alternâncias na colocação dos animais, que brigaram até o último minuto por uma vaga na final.

O evento, promovido pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), teve início na quinta-feira, dia 19, com o julgamento morfológico e definiu seus campeões na manhã de domingo.

Os criadores Douglas Gonçalves, Eduardo Móglia Suñe e Luiz Martins Bastos Neto foram os responsáveis pelo julgamento das fêmeas, enquanto Eduardo Neto de Azevedo, Jean Carlo Santos Mendes e José Francisco Pereira de Moura avaliaram os machos.

Confira os resultados

Fêmeas

1º lugar
Faceira II do Elebê, filho de Butiá Olodum e Butiá Ninfa; criador e expositor Leônidas Burtet e filhos, Agropecuária Burtet, Cachoeira do Sul/RS
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira. Nota final: 19,974

2º lugar
Curandeira 711 Maufer, filha de Muchacho de Santa Angélica e SR Geada; criador e expositor Maurício e Fernando Lampert Weiand, Cabanha Maufer, Cruzeiro do Sul/RS
Ginete: Nei Eduardo Rodrigues Lima. Nota final: 19,737

3º lugar
Caratuva Alvorada, filha de Viragro Rio Tinto e Conselheira do Strass; criador Eliseu da Silva Taborda Ribas e expositor Luis Augusto Weber e filhos, Cabanha do Ouriço, Carazinho/RS
Ginete: Charles Fagundes. Nota final: 19,627

4º lugar
Xiba da 3J, filha da Herói do Basalto e JA Xiba; criador e expositor Agropecuária Andrade Lima Ltda., Cabanha 3J, Pelotas/RS
Ginete: Gabriel Marty. Nota final: 19,574

Machos

1º lugar
Quilero Tero Real, filho de São João do Juncal Pandemônio e Quilero Meta y Ponga; criador e expositor Eduardo Móglia Suñe, Cabanha Quilero, Bagé/RS
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira. Nota final: 20,156

2º lugar
Índio da Escondida, filho de Festeiro do Itapororó e Cancorosa da Escondida; criador José Inácio e Vinícius Freitas e expositor Irmãos Bastos e José e Vinícius Freitas, Estância Itapitocai e Cabanha Escondida, Uruguaiana e Alegrete/RS
Ginete: Gabriel Marty. Nota final: 19,350

3º lugar
Operário do Itaó, filho de Butiá Leopardo e Dançarina do Xiniquá; criador Cássio Souza Bonotto e expositor Isoel Gotardo Andrighetti, Cabanha Del Candieiro, Caxias do Sul/RS
Ginete: Fernando Andrighetti. Nota final: 19,313

4º lugar
Discutido do Capão Redondo, filho de Chamaico Provinciano e Vanera do Capão Redondo; criador Luiz Carlos e Antonio Carlos A. Py e expositor Antonio Carlos Albuquerque Py, Cabanha Capão Redondo, Barra do Ribeiro/RS
Ginete: Fábio Teixeira da Silveira. Nota final: 19,311
Informações Assessoria de Imprensa ABCCC

Freio de Ouro 2014; Veja os novos classificados

Esteio (RS) sediou no último final de semana classificatória do Freio de Ouro. Durante o evento foram definidos mais oito participantes para a grande final, durante a Expointer, que será realizada no mês de agosto.

Entre as fêmeas a vencedora foi Divisa De Los Campos, da Estância Vendramin, de Palmeira (PR). Já entre os machos o primeiro lugar desta etapa do ciclo ficou com Farandola da Mangueira Velha, da Cabanha Cinco Estrelas, de Braço do Norte (SC).

O presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Mauro Ferreira, destaca mais uma vez a qualidade da pista que, mesmo com a incessante chuva dos dois dias anteriores, reuniu condições para que os conjuntos pudessem demonstrar a evolução da raça Crioula. “Foi uma classificatória de bom nível e sem incidentes. A pista mais uma vez deu uma demonstração da excelência dela mostrando que com qualquer piso tem condições. Mais uma boa prova que habilita bons animais para a final”, ressalta.

Confira os resultados divulgados pela Associação Brasileira dos Criadores de Ca valos Crioulos (ABCCC):

Fêmeas

1º lugar
DIVISA DE LOS CAMPOS
Criador: ALDO VENDRAMIN, CURITIBA-PR
Expositor: ALDO VENDRAMIN
Estabelecimento: ESTÂNCIA VENDRAMIN, PALMEIRA-PR
Ginete: FÁBIO TEIXEIRA DA SILVEIRA
Média: 20,056

2º lugar
LA RIENDA DO ANGOERA
Criador: GASPAR ESTEVÃO VOLKWEIS, TRIUNFO-RS
Expositor: GASPAR ESTEVÃO VOLKWEIS
Estabelecimento: CABANHA ANGOERA, TRIUNFO-RS
Ginete: FILIPE BRAGA SILVEIRA DE ÁVILA
Média: 19,494

3º lugar
PO BAJO EL ALMA
Criador: GONÇALO PORTO SILVA, PORTO ALEGRE-RS
Expositor: GONÇALO PORTO SILVA
Estabelecimento: ESTÂNCIA DON MARCELINO, LAVRAS DO SUL-RS
Ginete:RAUL LIMA
Média: 19,490

4º lugar
GUERREIRA CHARRUA
Criador: JOÃO ROUGET PÉREZ WREGE, JAGUARÃO-RS
Expositor: JOÃO ROUGET PÉREZ WREGE
Estabelecimento: CABANHA OS CHARRUAS, JAGUARÃO-RS
Ginete: RICARDO GIGENA WREGE
Média: 19,257

Machos

1º lugar
FARANDOLA DA MANGUEIRA VELHA
Criador: LEANDRO LUÍS VIEIRA, SÃO JOSÉ DOS AUSENTES-RS
Expositor: BERTILO SCHLICKMANN
Estabelecimento: CABANHA CINCO ESTRELAS, BRAÇO DO NORTE-SC
Ginete: FAGNER CRESCENCIO
Média: 20,493

2º lugar
PIRAÍ 1630 DO SENHOR
Criador: PAULO TAVARES MÓGLIA, BAGÉ-RS
Expositor: PÉRICLES DRUCK/PAULO SOUTO/MATEUS SANTOS
Estabelecimento: PARCERIA A LO LARGO E CT FLORES, RIO PARDO E PALMERES DO SUL-RS
Ginete : DEIVI FLORES
Média: 19,771

3º lugar
BT TREVO
Criador: FLAVIO BASTOS TELLECHEA, URUGUAIANA-RS
Expositor: ELEMAR DE B.MARTINS/VANIA P. DE ALMEIDA
Estabelecimento: CABANHA ELEMAR E ALMEIDA MARTINS, ELDORADO DO SUL-RS
Ginete: ANTONIETO ROSA
Média: 19,314

4º lugar
VIVARACHO DA RIO BONITO
Criador: EMPREENDIMENTOS AGROPEC.RIO BONITO LTDA, CURITIBA-PR
Expositor: EMPREENDIMENTOS AGROPEC.RIO BONITO LTDA
Estabelecimento: CABANHA RIO BONITO, PONTA GROSSA-PR
Ginete: DANIEL WAIHRICH MARIM TEIXEIRA
Média: 18,631
Informações ABCCC

Freio de Ouro na Argentina; conheça os criadores que avaliarão a Classificatória

Alexandre Suñe (Bagé/RS), Ciro Manoel Canto de Freitas (Alegrete/RS) e Luiz Martins Bastos Neto (Uruguaiana/RS) serão os criadores responsáveis por avaliar os concorrentes da 1ª Classificatória ao Freio de Ouro 2014, que acontecerá entre os dias 25 e 28 de março no Parque de Exposições de Palermo, em Buenos Aires.

A disputa é promovida pela Associação Argentina de Criadores de Cavalos Crioulos e conta com o apoio da Associação Brasileira (ABCCC).

As inscrições ainda estão abertas e devem ser realizadas diretamente com a entidade argentina. A semifinal integrará a feira Nuestros Caballos

Veja a programação:

25 de março (terça-feira)
9h às 20h – Entrada dos Animais (Pista Central)
17h às 20h30min – Admissão Freio de Ouro

26 de março (quarta-feira)
8h às 12h – Morfologia, Andaduras, Figura, VSP e Esbarradas – Classificatória ao Freio de Ouro (Pista Verde B e C)
13h às 17h – Exp. Morfológica – Admissão (Pista 2).
17h às 20h – Exp. Morfológica – Mansidão (Pista 2).
17h30min às 19h30min – Felipe Z Ballester “C” – Final (Pista Verde B e C)
19h30min às 21h30min – Felipe Z Ballester “B” – Final (Pista Verde B e C)

27 de março (quinta-feira)
9h às 11h – Mangueira Classificatória Freio de Ouro – (Pista Central I e II)
11h às 12h30min – Corral de Aparte – Copa 50 anos (Pista Central I e II)
14h às 17h – Exp. Morfológica – Categorias (Pista Central)
17h às 18h – Dowdall – Semifinal (Pista Central)
19h às 21h – Prova de Campo Classificatória Freio de Ouro – (Pista Verde)

28 de março (sexta-feira)
7h às 11h – Rodeos – semifinal 1ª serie (Pista Central)
11h às 12h30min – Mangueira II Classificatória Freio de Ouro – (Pista Central I e II)
14h às 17h – Exp. Morfológica – Categorias (Pista 2)
17h30min às 19h30min – Bayard-Sarmento Classificatória Freio de Ouro – (Pista Verde)
19h30min às 20h30min – Prova de Campo II Freio de Ouro – (Pista Verde)

29 de março (sábado)
7h às 11h – Rodeos – semifinal 2ª serie (Pista Central)
13h às 15h – Exp. Morfológica – Categorias (Pista 2)
15h às 19h- Exp. Morfológica – Campeonatos (Pista 2)
20h – Coquetel

30 de março (domingo)
8h às 10h30min – Felipe Z Ballester “A” – Final (Pista Verde B e C)
11h30min às 13h30min – Dowdall – Final (Pista Central)
Crioulos de América (Pista Central)
13h30min às 15h – Remate de Exposição (Sala de Vendas)
15h30min às 17h30min – Rodeos – Final (Pista Central)

Informações Assessoria de Comunicação da ABCCC

Oraca do Itapororó gera novas herdeiras

Sensação na temporada de 2013, quando conquistou resultado histórico unificando os títulos do Freio de Ouro e da Morfologia – feito até então conquistado por apenas um animal da raça Crioula, BT Sargento, no longínquo ano de 1986 – a égua Oraca do Itapororó começa a aumentar sua dinastia. Depois de comprovar em pista os resultados morfológicos e funcionais, a dedicação agora é total para os herdeiros.

Oraca, que já tinha as filhas Oraca II, Oraca III, ampliou o número de filhas com o nascimento por meio de transferência de embriões de mais duas potrancas: Oraca IV e Oraca V. Segundo o gerente da Estância Vendramin, de Palmeira (PR), Álvaro Dumoncel, a égua tem demonstrado ótima consistência reprodutiva e os resultados das crias estão se mostrando acima da média. “Acreditamos que a performance dos filhos devem ser muito próximos do dela. A Oraca vem se comprovando como uma grande mãe”, salienta.

Mas quem espera que Oraca do Itapororó volte às pistas, terá que aguardar até 2015. A égua não deve defender os títulos do Freio de Ouro e o tricampeonato na Morfologia (título no qual também conquistou em 2012). A previsão, conforme Dumoncel, é que ela venha correr apenas as provas da Federação Internacional de Criadores de Cavalos Crioulos (FICCC) no próximo ano.

Fotos: Felipe Ulbrich e José Guilherme Martini

Informações  Assessoria de Imprensa da ABCCC

Investimento é essencial para criar um cavalo de destaque

De acordo com o jornal Zero Hora, Para se formar um animal de destaque, no mercado e nas pistas do Freio de Ouro, donos investem em melhoria genética, alimentação e preparo e apostam em bons ginetes para levar tudo isso ao pódio. E, posteriormente, valorizar o preço dos animais.

Há casos como o registrado no leilão da paranaense Cabanha São Rafael, de Balsa Nova, no início do ano, em que esse trabalho rende milhões de reais. Em 2013, o cavalo JLS Hermoso, de propriedade da Cabanha Maior, de Santa Catarina, foi valorizado em R$ 11,25 milhões, a maior quantia da história da raça, pela venda de três cotas para cinco coberturas por ano por R$ 375 mil cada. O valor final leva em conta que cada animal pode fazer até 150 coberturas por ano. Finalista do Freio em 2007, JLS Hermoso é resultado de um investimento dos proprietários.

– O maior resultado não foi individual, mas como garanhão foi fora do normal. Pelo temperamento e movimento, produziu animais morfologicamente bons e muito competitivos funcionalmente – explica Lauro Martins, administrador da Cabanha Maior.
Cadejo da Maior, vencedor do Bocal de Ouro 2013, por exemplo, é filho de Hermoso, que tem a capacidade de produzir características valorizadas na raça, como lombo e pescoço compridos, cabeça triangular curta, potência muscular e equilíbrio.

UMA VIDA DE PREPARO

GENÉTICA
– O investimento em um cavalo começa antes do animal nascer. Produtores buscam boas matrizes e reprodutores ranqueados dentro do registro de mérito, dos melhores animais da raça, da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC). A avaliação é feita com pontuações que os animais atingem em competições ao longo da carreira – e os filhos também somam pontos para o pai.

MORFOLOGIA
– Do nascimento até por volta de dois anos, o cavalo é avaliado morfologicamente, ou seja, por suas características físicas. Nesse período, procura-se selecionar os animais com determinadas formas (compridos, com boa estrutura óssea, de frente leve, bastante crina, por exemplo).

DOMA
– Começa a partir dos dois anos e dura entre seis e oito meses. É quando ocorre o primeiro contato de submissão do animal ao ser humano. O cavalo é preparado para obedecer aos primeiros comandos, inicialmente do bocal (instrumento de couro usado na boca do animal), e posteriormente, do freio.

TREINAMENTO
– Entre três e quatro anos, o animal escolhido começa a receber treinamento para as competições. A preparação pode ser feita na própria cabanha ou em centros especializados, que é o mais comum. O processo costuma levar entre um e dois anos. Nesse período, é dada atenção especial à questão física do animal. O custo é estimado em R$ 30 mil por ano, dividido em centro de treinamento, alimentação e outros gastos.

– Centro de treinamento: representa 70% do custo. No local, o animal recebe cuidados do médico veterinário, e ginetes profissionais ensinam ao cavalo, de forma lenta e gradual, os movimentos para a competição, como giros e esbarradas.

– Alimentação: consome cerca de 15% do orçamento. Depois de uma dieta rica em proteína, usual até a fase da doma, o cavalo em treinamento precisa de uma dieta baseada em energia, normalmente com uso de aveia e alfafa.

– Demais gastos: os outros 15% são gastos em medicação, transporte e inscrição para competições da raça e ferreiro.

Semifinal de DF define classificados ao Freio de Ouro 2013

Segundo a assessoria de comunicação da Associação Brasileira dos Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), na última das 12 semifinais do circuito, entraram em pista 27 candidatos na categoria machos e 26 entre as fêmeas.
Os participantes foram julgados por César Augusto Rabassa Hax, Iran Francisco Barros e Luís Rodolfo da Costa Machado. A prova, promovida pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos teve a supervisão do técnico credenciado à entidade, Heitor Cheuiche Coelho.
Confira abaixo a relação de classificados:
Resultado
Fêmea
1º Lugar: Harmonia Querência, filha de Ganadero da Harmonia e Dama da Harmonia; criador Harmonia Agricultura e Pecuária Ltda. e expositor Moacir Luiz Fração e Lúcia M. S. Fração, Cabanha Querência Colorada, Pelotas/RS
Ginete: Marcos Silveira
Nota final: 19,239
2º Lugar: Repintura das Três Estâncias, filha de Martinez das Três Estâncias e Gatona da Cavalhada; criador Parceria Três Estâncias e expositor Raul Machado de Lima, Fazenda Savana, Padre Bernardo/GO
Ginete: Ernesto Wairich
Nota final: 18,591
3º Lugar: Chinoca 655 Maufer, filha de BT Delantero e Santa Elba 196 Maufer; criador Maurício e Fernando Lampert Weiand e expositor RST Empreendimentos Imobiliários e Agronegócios Ltda., Cruzeiro do Sul/RS
Ginete: Charles Fagundes
Nota final: 18,244
4º Lugar: BT Brava, filha de BT Delantero e BT Gricel; criador Condomínio Flavio Bastos Tellechea e expositor Eduardo Ferreira Lobo, Cabanha Calil, Três Coroas/RS
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota final: 18,219
Machos
1º Lugar: Expresso do Elebê, filho de Tupambaé do Elebê e GB Juju; criador e expositor Leônidas Burtet e Filhos, Agropecuária Burtet, Cachoeira do Sul/RS
Ginete: Daniel Waihrich Marim Teixeira
Nota final: 19,615
2º Lugar: Bom Retiro Mandinga, filho de BT Faceiro do Junco e Bom Retiro Chaira; criador e expositor Fermino Fernandes Lima Júnior, Cabanha Bom Retiro, Itaqui/RS
Ginete: Gabriel Marty
Nota final; 19,541
3º Lugar: Baralho da Quinta, filho de BT Faceiro do Junco e Anahi da Quinta; criador Estância da Quinta Ltda., e expositor Mauro de Vargas Morales, Cabanha do Angico, Cachoeira do Sul/RS
Ginete: Marcio Maciel
Nota final: 19,447
4º Lugar: Frentero da Reconquista, filho de BT Delantero e Diáspora de Entre Rios; criador Eduardo e Marcelo Tellechea Cairoli e expositor Fazenda Capão da Lagoa, Criuva e Reconquista Agropecuária, Fazenda Capão da Lagoa, Criuva e Reconquista Agropecuária, Glorinha, Santo Antônio da Patrulha e Alegrete/RS
Ginete: Cézar Augusto Schell Freire
Nota final: 19,182
A partir de agora, o próximo desafio dos 96 melhores conjuntos que competiram na seletiva desse ano será a grande decisão, de 22 a 25 de agosto, na Expointer em Esteio/RS.

Game que simula participação no Freio de Ouro será lançado dia 30

Desta vez, o público crioulista vai trocar a rédea pelo mouse. O Game Freio de Ouro, que simula a participação na mais famosa seletiva do cavalo Crioulo, já enche de expectativa os apaixonados pela raça que a partir de agora poderão sentir a emoção de correr, girar sobre as patas e esbarrar não só nas pistas, mas em qualquer lugar, através da internet.

De acordo com o projeto apresentado pela empresa Flux, especializada na produção de entretenimento digital, o jogo Freio de Ouro será disponibilizado inicialmente em versão para a internet e, mais tarde, poderá ser agregado a redes sociais como o Facebook. Em um segundo momento está também prevista a sua adaptação para o acesso móbile, com a opção de download. O game foi criado todo em 3D e a plataforma on-line possibilita a inclusão em um ranking com outros usuários.

Neste domingo, dia 30 de junho, será lançada em um link no site da ABCCC (abccc.com.br), em parceria com o Canal Rural, a primeira versão com a etapa final da prova, que inclui as disputas de Mangueira, Bayard-Sarmento e Campo. Mais tarde a ABCCC disponibilizará o jogo completo no qual o jogador terá a possibilidade de gerar o próprio animal, acompanhar e administrar o seu desenvolvimento e treinamento específico e, finalmente, participar da seletiva.

O projeto definitivo prevê uma evolução entre as etapas, na qual o jogador será submetido a uma experiência completa. Na versão que será lançada, porém, já será possível personalizar o animal através da escolha da cor do pelo e detalhes da crina e cola. O usuário também poderá caracterizar o ginete e escolher as cores da pilcha além da sela e de detalhes do arreamento do animal.

Mais tarde, na versão completa, o usuário será o responsável pelo manejo do cavalo e por gerenciar a sua alimentação até o seu desenvolvimento completo, passando em seguida ao treinamento para aperfeiçoar os seus movimentos. O desempenho nas primeiras etapas irá se refletir na nota morfológica do cavalo. Na continuação o competidor precisará cumprir todas as fases funcionais, uma a uma, até a disputa de campo final.

Muito mais do que a diversão, o game Freio de Ouro pretende aproximar mais os jovens e usuários da internet da cultura do cavalo Crioulo, agregar diferentes públicos, expandir a promoção da marca e da própria prova e ainda fortalecer a imagem da raça.

Também está prevista para o futuro a expansão das opções do jogo através da monetização, com a venda de itens como alimentos especiais, acessórios para o cavalo e o ginete, cavalos prontos para a competição e ainda uma “segunda chance” para o jogador que pretende refazer alguma etapa.

Fonte: Associação Brasileira dos Criadores de Cavalo Crioulo

Final do Freio de Ouro prevê público de mais de 25 mil pessoas

Anualmente são recebidos centenas de participantes para as provas e remates da maior ferramenta de seleção da raça Crioula, o Freio de Ouro, competição que reúne as melhores linhagens dos cavalos da raça Crioula, raça de animais rápidos, fortes e inteligentes, e são considerados os mascotes do gaúcho e simbolizam a força e a beleza do pampa.

Entrarão em pista no Freio de Ouro 2013 os cavalos e éguas selecionados nas provas classificatórias que aconteceram em todo o país. São esperadas mais de 25 mil pessoas durante toda a programação crioulista da Expointer 2013. Além das provas e remates, todo ano são preparadas várias atrações para atrair a atenção dos criadores.

Serão recebidos para a competição Freio de Ouro laçadores representantes de vários estados, como: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Distrito Federal, Roraima e Rondônia.