Morre BT Hebreu, cavalo da raça Crioula

Morreu no dia 22 de abril, em Pelotas (RS), o exemplar da raça Crioula BT Hebreu, tordilho que em 2001 conquistou o Freio de Bronze.

Filho de La Invernada Hornero e BT Tirana, o reprodutor tinha 24 anos e pertencia à Cabanha Mapocho desde 1996.

Antes de chegar ao pódio da maior prova da raça Crioula, BT Hebreu já havia sido finalista em 1998 e 1999.

“Foi o cavalo que nos incentivou a iniciar a criação de Crioulos, foi com ele que começamos nossa história na raça”, ressalta Cláudia Sant’Anna, uma das titulares da Mapocho.

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.