Marcha de Integração em Uruguaiana (RS) 2014

O domingo 20 de julho, dia do amigo, foi a data da realização de mais um encontro de integração da raça Crioula. Nesse dia, a largada da 13ª Marcha da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) reuniu os adeptos da seleção de resistência da raça no município que concentra a maior manada de animais registrados do país: Uruguaiana, no Rio Grande do Sul.

Essa foi a primeira etapa da prova que se estenderá pelas próximas duas semanas e percorrerá, ao todo, 750 quilômetros. Dividida em três etapas, sendo a primeira regulada, a seguinte semi-regulada e a última livre, a Marcha termina no dia 3 de agosto e premiará com um carro zero quilômetro o conjunto que encerrar a prova com o menor tempo, somando todas as etapas. Os candidatos à Tríplice Coroa também concorrem a um carro zero quilômetro cada, caso completem a disputa.

A Marcha de Integração, que homenageia em seu título o criador Luiz Martins Bastos, tem como sede dessa edição a tradicional Estância Nazareth – que ajustou o seu espaço de forma a oferecer a estrutura ideal para a sua realização. Foram disponibilizadas pastagens exclusivas, tanto para a concentração quanto para os dias de prova, além de alojamento, refeitórios, banheiros e galpão de encilha. “Está impecável, fantástico. Não só pela estrutura montada, mas também pela hospitalidade da família Martins Bastos. A cavalhada está muito bem, está nos impressionando, e temos uma expectativa muito boa para a sequência da prova. Estão participando animais bons, com retrospecto positivo e muito bem preparados”, avaliou o diretor da Comissão de Marcha de Resistência da ABCCC, Alexandre Selistre.

Para o dono da casa e filho do homenageado, Paulo Martins Bastos, receber a prova na Estância é uma forma de contribuir com a seleção da raça. “É um encontro de trabalho, de seleção e de confraternização onde estamos recebendo e fazendo novos amigos. Esperamos que esse evento tenha sucesso e que fique lembrado como algo importante para a raça, servindo de incentivo a novos participantes”, diz ele que junto do alegretense Miguel Schmidt Neto abriu a cancela para a largada da tropa, dando início à prova.

Luiz Felipe Martins Bastos, filho de Paulo, lembrou que o criatório atua há mais de 80 anos com a seleção da raça e que inclusive utiliza a Marcha em sua seleção. “Foi necessário alterar um pouco a rotina da Estância, mas nós entendemos que são mudanças para algo importante. A Nazareth não poderia se negar a receber um evento desses e estamos com boa expectativa pois, além de sediar a Marcha, também estamos participando com dois animais”.

Largam 49 dos 50 concentrados

A primeira baixa da Marcha de Integração foi anotada logo no início da disputa. Depois dos 30 dias de Concentração, o macho castrado Meia Lua do Coqueiro foi avaliado pela comissão veterinária da prova e não apresentou condições de competir. Ele foi o único dos 50 animais concentrados que não largou na primeira etapa.

Os demais cumpriram os 15 quilômetros da primeira etapa regulada dentro dos limites de tempo e de peso estabelecidos pelo regulamento. Dentre esses estão as três éguas que concorrem à Tríplice Coroa: Rubia do Inhanduvá, montada por Felipe Silveira; La Pátria Matreira, montada por Afonso Patron e Dinamite da Reconquista, com Marcelo Motini.

“É a primeira Marcha com esse número de competidores, mas está tudo andando bem. Tem bastante gente ajudando e a equipe da Nazareth está dando um suporte importante. Não é fácil parar uma Estância por 45 dias. Esperamos que a sequência da prova seja a melhor possível”, comentou o comissário da Marcha, Tiago Souza de Freitas.

Além de Tiago, a comissão ainda conta com os veterinários Pedro Alberto Signoretti Dias, Nelson da Silveira Pereira, Ricardo Bender Jr., Emmanuel Cabral e Jean Izolani do Amaral. O “Maestro” Damaso Delgado é o ferreiro oficial e Ledemar Fonseca o tropilheiro. A 13ª Marcha de Integração é uma promoção da ABCCC com o apoio do Núcleo de Criadores de Cavalos Crioulos Flávio Bastos Tellechea.

Fotos: Fagner Almeida/ABCCC/Divulgação

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.