Leilão de cavalo crioulo fatura mais de R$ 3 milhões em vendas

Celebrando os 30 anos de trabalho voltado para o cavalo Crioulo, a Cabanha São Rafael comemora o bom resultado nas vendas de seu vigésimo-segundo leilão, realizado no dia 11 de março, na sede em Balsa Nova (PR).

Com o recinto lotado, o leilão alcançou um faturamento de R$ 3,2 milhões na comercialização de 63 animais e alcançando uma média geral de R$ 50,76 mil por lote.

De acordo com o leiloeiro e diretor da Trajano Silva Remates, Marcelo Silva, que foi o responsável pelas vendas na noite, uma das surpresas foi o grande número de novos compradores no leilão, mostrando que há espaço no mercado. Como o leilão é um balizador do ano de vendas da raça Crioula, projeta também um cenário positivo para quem tiver genética reconhecida. “Quando tivermos qualidade de oferta em pista como a que tínhamos neste remate da São Rafael, acreditamos que teremos resultados positivos como o deste final de semana”, observa.

O destaque da noite nas vendas foi a égua Naia do Purunã, grande campeã da Expointer em 2004, comercializada ao valor de R$ 340 mil.

Parte da renda do leilão será revertida para a criação do Instituto Purunã, entidade idealizada para desenvolver o fomento, no âmbito turístico, de novos empreendedores e capacitar pessoas através da educação com vocação plena à sustentabilidade e ao ecoturismo, onde todo o trabalho será ligado pela preservação do meio ambiente e da cultura dos tropeiros, em atividades relacionadas ao cavalo.

Informações AgroEffective

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.