Genética do centro-oeste estará presente no Freio de Ouro

A torcida nas arquibancadas demonstrou todo o trabalho e dedicação de três anos, cobrando seus resultados. Entre os vinte finalistas da seletiva brasiliense, sete representavam o centro-oeste do Brasil, número recorde até hoje registrado.

A repescagem aberta realizada entre os dias 27 e 29 de julho na Granja do Torto, em Brasília, está na sua terceira edição. A prova é última oportunidade aos credenciados, independente de sua nota, de tentar conquistar uma das últimas oito vagas ao Freio de Ouro. Assim, cavalos de todo o Brasil vão até o planalto central para a oportunidade única de classificação. Em suas edições anteriores, a maioria dos participantes era do sul do país.

Por todos os dados já comprovados, a seletiva do Distrito Federal neste ano foi uma grande e agradável surpresa. Dos oito animais habilitados, três são de proprietários da região. Além disso o grande campeão, Riacho Frio Don Casmurro, foi nascido, criado e treinado no estado.

A qualidade e preparação dos animais comprovaram ainda mais o crescimento do local. Os competidores não ficaram satisfeito em apenas competir e lutaram ponto a ponto por uma das vagas. Além disso, a infraestrutura local e o apoio da Associação de Criadores de Cavalos Crioulos do Distrito Federal foi essencial para o bom desempenho dos participantes.

Segundo Lauro Martins, que ao lado de Eduardo Móglia Suñe e Jean Carlo dos Santos Mendes fez o julgamento dos machos, o evento teve resultado condizente com o trabalho dos crioulistas na região. “Tive a oportunidade de julgar as três seletivas daqui e é uma satisfação ver tamanha evolução. O resultado foi fruto de todo o trabalho feito pelos profissionais que, embora atuando em um mercado difícil e distante, não desistem de transformar a região em uma potência do cavalo crioulo”, diz. As fêmeas foram avaliadas por André Narciso Rosa, Marcelo Montano Coelho e Marco Antônio Stumpf.

A supervisão técnica da disputa ficou a cargo de Heitor Creiuche Coelho.

A semifinal que encerrou o ciclo deste ano não demonstrou apenas o crescimento na criação de uma genética potente nos estados centrais, como, o trabalho de quem luta para estar na maior seletiva da raça.

Foi com vontade de vencer e condução impecável que Ernesto Wairich se consagrou o Ginete Destaque do evento nas fêmeas e, incontestavelmente, também nos machos. O cavaleiro, que conquistou pela primeira vez uma vaga na final do Freio de Ouro, entrou em pista com uma técnica impecável e garantiu duas vagas na Expointer.

“Para quem vem acompanhando o Ernesto desde que ele começou a montar sabe que era questão de tempo para ele brilhar. A condução dele vem evoluindo cada vez mais e a apresentação feita foi bárbara. Esta prova foi dele e várias outras conquistas estão por vir”, diz Rosa, jurado das fêmeas.

O ginete destaque fecha, com dois animais, a lista dos 104 melhores e mais completos cavalos do ciclo 2012. A final do Freio de Ouro começará no dia 23 de agosto, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio/RS.

Veja os classificados:

Fêmeas
1º lugar
Santo Onofre Proeza, filha de LS Balaqueiro e Flor de Liz do Paraná; criador Nestor Augusto e Jorge Rosas Demiate Jr. e expositor Cabanha Santo Onofre, Cabanha Santo Onofre, Ponta Grossa/PR
Ginete: Germano Chempceke. Nota final: 19,398

2º lugar
Repintura das Três Estâncias, filha Martinez das Três Estâncias e Gatona da Cavalhada; criador Parceria Três Estâncias e expositor Raul Machado de Lima, Fazenda Savana, Padre Bernardo/GO
Ginete: Ernesto Wairich. Nota final: 19,131

3º lugar
Tocaiúva da Quinta, filha de BT Jade e Dondinha do Recanto; criador Estância da Quinta Ltda. e expositor Elton José Barreto Enick, Cabanha Dom Enick, Santana do Livramento/RS
Ginete: Antonieto Rosa. Nota final: 19,009

4º lugar
Guanabara Guitarra, filha de Tan Tan Cimarron e Ultima Cimarron; criador Luiz Carlos da Silva Carvalho Junior e expositor Luciano Oliveira da Silva, Fazenda da Canoa, Santa Vitória do Palmar/RS
Ginete: Raul Lima. Nota final: 18,965
Machos
1º lugar
Riacho Frio Don Casmurro, filho de Dom Carrasco do Purunã e Labuta do Purunã; criador e expositor João Nestor Mendes Antunes, Fazenda Riacho Frio, Luziana/GO
Ginete: Ernesto Wairich. Nota final: 19,992

2º lugar
Quesito do Itaó, filho de Butiá Leopardo e Escritura do Itaó; criador Cássio Souza Bonotto e expositor Alex Sandro Klein da Fonseca, Cabanha Ana Terra do Planalto Central, Valparaiso/GO
Ginete: Miguel Souza. Nota final: 19,267

3º lugar
Feitiu Bueno da Charqueada, filho de General de Santa Angélia e Garnacha do Iguaçu; criador Motolândia Agropecuária Ltda. e expositor Luciana e Suzana Pellegrini, Cabanha SP Favorita, Vale Verde/RS
Ginete: Alexandre Grabher. Nota final: 18,828

4º lugar
Raio de Santa Odessa, filho de Chicão de Santa Odessa e Bellaca de Santa Odessa; criador Torquato Tasso Alano Petrarca e expositor Maria Chiarino e André Ricardo Hoeschl, Cabanha Chaná e Cabanha Canaã, Lages/SC
Ginete: Lindor Collares Luiz. Nota final:18,508

Fonte: ABCCCC

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.