Desmama de potros exige cuidados especiais

De acordo com as informações do Portal Pecuária Rural BR, essa prática está intimamente relacionada com o crescimento e a saúde do animal.
A alimentação dos equinos sempre é um tema bastante debatido entre criadores e estudiosos. O assunto ganha mais importância quando se fala em desmame de potrancos, já que a prática está intimamente relacionada com o crescimento e a saúde do animal.

Em geral, o desmame deve ser feito entre o sexto e o oitavo mês de vida do potro, quando os nutrientes da lactação começam a deixar de ser suficientes para o seu desenvolvimento. Desmamar o potro em uma faixa de idade menor pode ser arriscado, já que antes dos seis meses a taxa de crescimento e o ganho de peso são maiores e esse processo pode atrasar demasiadamente a evolução do equino.

Esse primeiro manejo alimentar deve ser realizado com cautela. Se por um lado o sobrepeso prejudica o crescimento ósseo do cavalo e pode lhe trazer consequências irreversíveis, por outro a desnutrição causa perdas ao progresso corporal que dificilmente serão recuperadas pelo potro.
O desapego de mãe e filho ocasionado pelo desmame é um dos períodos mais estressantes e traumáticos na vida de um cavalo. Já existem técnicas capazes de atenuar e fazer com que os efeitos decorrentes desse processo sejam menos prejudiciais ao comportamento dos animais. Isso é o que garante a médica veterinária Gabriella Möller, mestre em reprodução equina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e especialista em diagnóstico e cirurgia de equinos pelo Instituto Brasileiro de Veterinária (IBVET).

Segundo a especialista, antes de desleitar é importante que os potrancos sejam vacinados. Já que no período de desmame os potros tendem a ter imunidade baixa, os animais devem ser vacinados de acordo com o local em que vivem e às doenças as quais estão expostos.
A vacinação da égua gestante também pode contribuir com a imunidade da cria, que recebe os anticorpos passivamente pelo colostro. Gabriella aponta como ideal o desmame gradual, aquele em que o potro é retirado algumas horas por dia do convivo da mãe até se habituar à nova fase. Porém, esse procedimento leva tempo e pode se tornar penoso para propriedades com um grande número de animais.

Leia a matéria na íntegra no site Notícias da Pecuária

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.