Raça crioula chega a território norte americano

E para avaliar e dar um direcionamento aos processos desta nova experiência, o médico veterinário e técnico da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC), Rodrigo Albuquerque Py embarcou para os Estados Unidos.

Os animais pertencem ao criador João Arruda Pires, que é de São Paulo e atualmente vive nos Estados Unidos. Os cavalos serão examinados individualmente pelo técnico da ABCCC. Alguns animais são genuinamente brasileiros e outros, crias puras nascidas nos EUA. Dois dos Crioulos que fazem parte deste grupo se destacam por estarem sendo preparados para participar de competições de Rédeas no território norte-americano: o Fogo de Chão do Capão Redondo e Loco de Bueno Mapocho. Eles estão separados do restante da criação. Treinados por Gabriel Diano, os animais estão em Ocala, na Flórida, enquanto o restante fica no Texas.

Segundo Py, os animais tiveram uma boa adaptação no território estadunidense. Agora o objetivo é analisar como os cavalos e éguas podem ser melhor aproveitados pelo criador. “Essa viagem significa mais um passo na difusão da raça nos Estados Unidos e no mundo, o que será possível principalmente através de competições”, diz o técnico da ABCCC.

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.