Características da raça Crioula atraem criadores do país

HospedeiraRusticidade, facilidade de adaptação e resistência são algumas das características mais marcantes e que atraem aqueles que querem começar a criar o cavalo Crioulo. Com peso que varia entre 400 e 450 quilos para ambos os sexos. A altura mínima admitida para as fêmeas é de 1,38m, podendo chegar até 1,48m. Já para os machos, a altura mínima admitida é de 1,40m, podendo chegar até 1,50m.

De natureza dócil, longeva e comprovadamente versátil, o cavalo Crioulo que tem suas origens nos equinos Andaluz e Jacas espanhóis, trazidos da península ibérica no século XVI pelos colonizadores, vem ganhando cada vez mais espaço não só no mercado brasileiro, mas também mundial. Prova disso é a movimentação anual de R$1,28 bilhão em operações financeiras envolvendo a raça Crioula. Atualmente, estimasse que o rebanho brasileiro de cavalo Crioulo já ultrapassa a marca de 300 mil animais distribuídos em todo o território nacional.

De acordo com o criador Fernando Weiand, o mundo do cavalo crioulo está em plena expansão e ele acredita que este crescimento se deve à amizade e o companheirismo entre os criadores, porque a cada novo ciclo é possível perceber uma grande entrada de novos criadores.

“Percebemos que a raça Crioula é democrática, em que os novos criadores e os mais tradicionais têm condições de competir de igual para igual, fazendo com que o resultado disso melhore a cada dia o nosso cavalo. São evidentes as barreiras que estão sendo rompidas, seja no âmbito comercial (recordes de valorização) ou nos resultados nas pistas (provas funcionais e morfológicas). Acredito que este cenário de expansão da raça Crioula deve se manter por muitos anos”, explica o Fernando.

Os números divulgados pela ABCCC – Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos, apontam que em 2014 a manada de animais cresceu 7,3% em relação ao ano de 2013, chegando a um número estimado de mais de 377 mil equinos em todo Brasil.

Apesar da predominância do número de animais estar concentrada na região Sul do Brasil, todas as regiões do país tiveram crescimento, algumas inclusiva acima da média nacional, casos da regiões Centro-Oeste que apresentou crescimento de 12,3% e do Nordeste que teve uma elevação de 8,1%.

Os números também apresentam alta no que se diz respeito ao faturamento no ano de 2014. De acordo com o mesmo levantamento feito pela ABCCC, as vendas no ano passado atingiram R$ 198 milhões estabelecendo um novo recorde na raça Crioula e ultrapassando em R$ 15 milhões o resultado obtido em 2013.

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.