Campanha ganha corpo contra o abate de cavalos

De acordo com o jornal Valor Econômico, o ator Robert Redford e Bill Richardson, ex-governador do Estado americano do Novo México, juntaram forças para lutar contra o abate de cavalos. A dupla anunciou ontem a criação de uma nova fundação de defesa animal para impedir a abertura das primeiras plantas de abate de equinos dos EUA.

A Fundação para Proteção de Vida Selvagem do Novo México aderiu ao grupo de ONGs que entrou na Justiça com uma ação que visa bloquear a inauguração, em 5 de agosto, do primeiro frigorífico de cavalos em mais de seis anos em território americano. “O abate de cavalos não tem lugar na nossa cultura”, disse Redford. Amante de longa data de cavalos, Richardson disse que “fará o necessário” para impedir a abertura do frigorífico, “especialmente no meu Estado”.

A carne de cavalo será utilizada na alimentação de outros animais em zoológicos ou ração ou enviada para consumo humano em outros países. Depois de mais de um ano de debates, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) aprovou em junho o abate de cavalos no país, mas o governo Obama já tenta reinstaurar no Congresso a proibição.

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.