As pastagens e o bem-estar animal

Não só pastagens de qualidade, mas a maneira e periodicidade que a refeição é oferecida ao cavalo podem interferir no bem-estar e qualidade do animal. É o que garante a zootecnista Isabella Barbosa Silveira, professora da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL).

Segundo a docente, os cavalos possuem hábitos herbívoros e, por essa razão, são fisiologicamente condicionados a comerem do chão. Qualquer alteração de altura na oferta da pastagem pode interferir no dia a dia do bicho. “Para uma maior qualidade de vida, os animais estabulados devem ser aproximados o máximo possível da sua natureza biológica”, afirma.

A professora aponta que na natureza os cavalos comem em pequenas porções e várias vezes ao dia, ficando diariamente cerca de 15 horas em pastejo. A advertência fica para alguns criatórios em que as refeições são servidas duas vezes ao dia: essa prática pode prejudicar a saúde do cavalo. “O trato digestivo desses animais é pequeno e não comporta grandes refeições, comprometendo a questão fisiológica.” A cólica, por exemplo, é um dos grandes problemas oriundos dessa situação.

A QUALIDADE DA PASTAGEM
Na natureza os cavalos alimentavam-se de diferentes espécies de vegetais. Com isso, ingeriam dietas completas que satisfaziam todas as necessidades nutricionais sem a interferência do homem.

Com o processo de domesticação as coisas mudaram. A diminuição da variedade de forrageiras acarretou mudanças nutricionais e comportamentais nos equinos, por vezes alterando a capacidade de digestão e conversão dos cavalos, dando margem ao aparecimento de doenças como a síndrome cólica, as diarreias e a anemia.

As informações do estudo orientado pelo engenheiro agrônomo e professor da Universidade Paranaense (Unipar) Paulo Cecon, apontam que para amenizar o problema deve-se oferecer alimentos de alta qualidade, tanto de forragens quanto de suplementação concentrada. Isso garante o crescimento saudável e uma excelente condição física dos animais. Por causa do hábito de pastoreio dos cavalos, a escolha mais apropriada é por forrageiras de crescimento rasteiro.
Tropa Crioula - Genética Aditiva
Outras informações, como as características importantes nas forragens, podem ser obtidas na edição de março do Jornal Cavalo Crioulo , no endereço :

 

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.