Após ocorrência de mormo no RS, ABCCC divulga comunicado

Confira na íntegra o comunicado divulgado pela Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos:

Prezados criadores

Atendendo a um pedido do Departamento de Defesa Agropecuária (DDA) da Secretaria de Agricultura e Pecuária do Estado do Rio Grande do Sul (SAP/RS), repassamos as informações publicadas em Circular emitida pela entidade orientando as medidas para serem tomadas em função da ocorrência no Estado do resultado positivo para Mormo em um equino no município de Rolante. A Instrução Normativa Estadual, junto à Legislação Federal, respalda as ações a serem adotadas.

De acordo com a Circular, para trânsito de equídeos no Estado passa a ser obrigatória a apresentação do exame negativo de mormo em prova de fixação de complemento, com validade de 60 dias, realizado por médico veterinário cadastrado junto ao Seap, nas seguintes situações:

  • Emissão de GTA para trânsito interestadual de equídeos originários do RS e destinados a qualquer Unidade da Federação (UF), para qualquer finalidade.
  • Emissão de GTA para trânsito interestadual de equídeos, para qualquer destino e com finalidade de participação em eventos de aglomeração ou troca de propriedade por venda ou doação.
  • Ingresso de equídeos, originários de qualquer UF e destinados ao RS para qualquer destino e finalidade.
  • A participação de equídeos em eventos realizados no RS somente será permitida mediante apresentação do exame negativo para mormo dentro do prazo de validade. Os eventos nos quais essa determinação não puder ser atendida deverão ser suspensos ou cancelados.
  • Será bloqueada a emissão de GTA eletrônica pelo produtor para equídeos, enquanto durarem as ações necessárias para a retomada da condição sanitária anterior.

O Mormo é uma das doenças de Notificação Obrigatória ao Serviço Veterinário Oficial conforme a Instrução Normativa/MAPA nº 50 de 24/08/2013, sendo uma enfermidade infectocontagiosa que acomete equídeos e uma importante zoonose.
Portanto, toda suspeita de mormo deve ser notificada imediatamente a SEAP, através de suas Inspetorias de Defesa Agropecuária para que sejam adotadas as medidas sanitárias adequadas.

A legislação pertinente, a lista de Médicos Veterinários cadastrados na SEAP, lista de laboratórios credenciados para o exame de Mormo, bem como orientações para novos cadastros, estão disponíveis no link da SEAP:

http://www.dda.agricultura.rs.gov.br/lista/908/Programa_Estadual_de_Sanidade_dos_Equ%C3%ADdeos

 

Autor: Vicenzzo Vicchiatti, com informações da ABCCC

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.