Anemia Infecciosa Equina atinge 50% dos animais no Pantanal

A edição do Correio Rural desta segunda-feira (10) traz uma reportagem sobre a Anemia Equina (AIE), doença que acomete 50% dos animais da região do Pantanal, em Mato Grosso do Sul.

O vírus que causa a Anemia Infecciosa Equina fica no sangue dos animais. A transmissão se dá pelo sangue, no compartilhamento de agulhas e seringas. “Desinformados ou desinteressados, muitos fazendeiros ou peões usam uma agulha e uma seringa no manejo com os animais”.

Outra forma descoberta de transmissão da AIE, é através da picada de mutucas, um tipo de mosca comum na região, que pica um animal infectado e depois leva esse sangue para outros animais.

Para evitar a contaminação,  Márcia Furlan, médica veterinária da Embrapa Pantanal, revela alguns pontos que devem ser observados pelos pecuaristas:

– Manejo correto (descarte de agulhas e seringas após seu uso em um animal);
– Cuidados com equipamentos de montaria, abolindo a espora pontuda;
– Higienização de freios e bridões, se estes forem compartilhados por dois ou mais animais.

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.