ABCCC organiza auditoria exigida pelo Ministério da Agricultura

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos (ABCCC) está se organizando para cumprir medida estabelecida pelo Ministério da Agricultura que exige que as associações de raça do país que tiveram alterações nos Serviços de Registro Genealógico nos últimos anos de realizar auditoria em propriedades criadoras. As visitas a partir de agora serão anuais.

Foram escolhidos por sorteio 59 criatórios, sendo que 50 deles no Rio Grande do Sul, que concentra 86% da manada da raça, dividido em cinco regiões onde foram escolhidos dez propriedades cada, sendo sete de associados e três de não associados. A s demais propriedades que receberão as visitas serão três em Santa Catarina, três no Paraná e mais três divididas em São Paulo, Mato Grosso e Rondônia. “O objetivo é ter um acompanhamento maior e dar mais proximidade do ministério com os associados e criadores”, afirma o superintendente titular do Serviço de Registro Genealógico (SRG) da ABCCC, Rodrigo Teixeira.

Serão avaliadas documentação dos criatórios e haverá uma conferência dos animais por amostragem, além da coleta de material genético caso seja necessário. Os criadores selecionados que possuirem animais em mais de uma cidade não precisam reunir todo o rebanho em um único local, bastando apenas apresentar a documentação e deixar os animais à disposição da vistoria. Os escolhidos serão notificados com 30 dias de antecedência, dando tempo para a organização de documentos e dos animais.

“Esta  auditoria também nos dará chance de fazer um mapa da estrutura que é destinada para a criação de cavalos no país”, salienta Teixeira.

A previsão do superintendente do SRG é que as atividades comecem a partir de janeiro de 2014.

Informações Assessoria de Imprensa ABCCC

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.