ABCCC comemora 80 anos de atuação

Para comemorar oito décadas de seleção, preservação e divulgação do cavalo Crioulo, a Associação Brasileira de Criadores da raça está preparando uma programação especial que vai se estender durante todo o ciclo, com uma série de eventos alusivos à data. O roteiro de atividades inclui uma exposição itinerante, coquetel, jantar, desfile e um simpósio.

De acordo com a secretária e ex-presidente da ABCCC, Elisabeth Lemos, responsável pela coordenação da agenda de eventos, as festividades serão divididas em quatro momentos ao decorrer do ciclo 2012.

O primeiro deles ocorrerá no sábado dia (3/3), no Parque de Exposições Ildefonso Simões Lopes, em Pelotas/RS. O evento começa às 14h, com a Prévia para a Expo-FICCC 2012, que selecionará os 26 animais, que junto aos grandes-campeões da Morfologia da Expointer, das edições 2010 e 2011, participarão da exposição organizada pela Federação Internacional de Criadores de Cavalos Crioulos (FICCC), prevista para maio, no Uruguai. Na sequência será realizada uma homenagem aos ex-presidentes da casa e às personalidades que marcaram a história da Associação.

Em seguida a agenda chega ao Bocal de Ouro, realizado entre os dias 17 e 22 de abril em Esteio/RS, quando será apresentada pela primeira vez a Exposição Itinerante Comemorativa aos 80 anos da ABCCC. Composta por documentos históricos, textos, fotos, e uma retrospectiva de diretorias, a Exposição fará um resgate dos principais momentos da entidade em suas oito décadas de existência.

Em caráter itinerante, ela percorrerá, prioritariamente, as classificatórias realizadas fora do Rio Grande do Sul além da etapa de Pelotas e nas demais em que houver espaço físico disponível. A ideia é proporcionar aos crioulistas das regiões mais distantes da sede da ABCCC, a oportunidade de conhecer a sua história.

O terceiro momento de celebrações acontece durante a classificatória de Maringá/PR, entre os dias 11 e 13 de maio, quando será promovido o 1º Simpósio do Cavalo Crioulo, com palestras e debates sobre a raça e a sua criação.

O encerramento da programação será na Expointer, em agosto, quando acontecerá um desfile comemorativo na abertura da final do Freio de Ouro o qual será composto por tropilhas que apresentarão o cavalo Crioulo, desde a sua criação no campo passando por todas as modalidades em que ele está presente na atualidade.

Uma trajetória de oito décadas

A Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Crioulos foi fundada em 28 de fevereiro de 1932 por 22 homens com o intuito de manter o padrão da raça Crioula, bem como estimular e fomentar a criação deste cavalo.

Oito décadas depois a entidade já reúne mais de 35 mil criadores e proprietários de cavalos Crioulos, distribuídos em todo o território brasileiro.
Em 1982 a ABCCC desenvolveu o Freio de Ouro. Uma ferramenta de seleção equina completa que tem sido adotada também nos demais países criadores do cavalo Crioulo. Além do Freio de Ouro a Associação possui outras dez modalidade oficiais.

Outros números
Núcleos: 82 entidades (58 no Rio Grande do Sul e 24 entre Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília)
Técnicos: 21 profissionais autônomos credenciados
Associados: 2.675
Proprietários: 24.507
Criadores: 11.272
Plantel: 288.270 animais vivos, registrados distribuídos em 100% do território nacional.

Regiões:
Norte – 1.110, Nordeste – 448, Centro-oeste – 4.667, Sudeste – 9.477, Sul – 272.568

Eventos:

Ciclo 2010
531 eventos
17.203 animais
11.265 expositores
Ciclo 2011
680 eventos,
21.779 animais,
14.902 expositores

Comercialização
No ano de 2011, o montante comercializado alcançou a cifra de R$ 106 milhões, valor quinze vezes maior que o faturado dez anos atrás, quando o valor de comercializações foi de R$ 6,5 milhões.
Obs.: na Expointer 2011 (maior evento agropecuário e de implementos agrícolas da América Latina) foram comercializados 245 animais e 26 coberturas em oito remates que totalizaram o valor de R$ 7.203.350,00 milhões, sendo a espécie que movimentou os mais altos valores da feira. O valor total da arrecadação na venda de animais durante a feira, entre bovinos, equinos, bubalinos e ovinos, foi de R$ 11.650.880 milhões, totalizando 1.524 exemplares.

Informações Assessoria de Imprensa ABCCC

 

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.