13 casos de mormo equino são confirmados no RS

Neste ano de 2015, o Rio Grande do Sul já confirmou treze casos confirmados de mormo equino desde a identificação do primeiro foco da doença no estado neste ano. O mais novo caso foi registrado em um animal de uma propriedade rural de Nova Ramada (RS), o animal será sacrificado nesta terça-feira (29) e a fazenda está interditada e em processo de saneamento.

O mormo é uma doença infectocontagiosa que ataca os equídeos (equinos, asininos e muares), mas que também pode atingir, de maneira acidental, o homem (zoonose), carnívoros e pequenos ruminantes.

É uma doença de notificação imediata, incurável e letal, de potencial zoonótico e tem como principal via de infecção a digestiva, podendo ocorrer também pelas vias respiratórias, genital e cutânea.

Já a disseminação do agente no ambiente ocorre através da água, alimentos, bebedores, cochos e equipamentos de montaria compartilhados. A mosca doméstica também pode ter papel importante na disseminação do mormo.

De acordo com a Secretaria da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Sul, todas as propriedades com focos de mormo já haviam sido interditadas e passaram por procedimentos sanitários antes da confirmação dos casos. A entidade ainda afirma que várias outras propriedades continuam sob vigilância por suspeita de mormo.

Confira aonde foram confirmados os casos de mormo no Rio Grande do Sul:

– Rolante: 2 focos com 2 equinos que testaram positivo para a doença

– Uruguaiana: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

– Alegrete: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

– Santo Antônio das Missões: 1 foco com 5 equinos que testaram positivo para a doença

– São Jorge: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

– Cruz Alta: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

– Boa Vista do Cadeado: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

– Nova Ramada: 1 foco com 1 equino que testou positivo para a doença

Autor: Vicenzzo Vicchiatti, com informações da Rádio Guaíba

Deixe um comentário

Seu comentário será publicado se estiver de acordo com as políticas de publicação do site. Seu e-mail não será publicado.